Além de seguir o regimento interno de condomínio, uma das obrigações previstas para os condôminos é o pagamento de uma taxa de condomínio, que é determinada por lei. 

Para saber mais sobre o que é a taxa de condomínio e como ela funciona, siga a leitura deste artigo.

O que é a taxa de condomínio?

A taxa de condomínio é um valor que deve ser pago pelos condôminos para arcar com as despesas condominiais de áreas em comum. Essa quantia é dividida de forma igualitária entre os moradores.

Ela inclui as despesas ordinárias, que são consideradas as saídas financeiras básicas do dia a dia, como salários, contas de luz e de água, custos de manutenção e de limpeza, e também as despesas extraordinárias, caracterizadas por reformas, obras de melhorias, instalações, pinturas, etc.

Acesse o link a seguir para entender o que são as despesas ordinárias e extraordinárias de condomínio.

dinheiro em dólares e um quadro escrito taxes para simbolizar uma taxa de condomínio

Como ela é calculada?

A taxa de condomínio pode ser calculada de três formas:

  • Fração ideal: o cálculo é baseado no tamanho da propriedade privada. Se o proprietário possui uma fração maior (uma cobertura, por exemplo), pagará uma fração proporcionalmente maior de despesas.
  • Unidade: consiste no pagamento igualitário para todos. Cada unidade, independentemente do tamanho, pagará o mesmo do que qualquer outra.
  • Forma híbrida: acontece quando é dividido o pagamento. Ou seja, para alguns casos, é aplicado o rateio por fração ideal e em outros, o rateio por unidade. Um exemplo comum nos condomínios é a divisão das despesas ordinárias por unidade e as despesas extraordinárias por fração ideal.

Cada condomínio pode estabelecer a forma de cálculo que acha melhor. Essa definição, porém, deve ser apresentada em uma convenção ou assembleia de condomínio, caso contrário, o Código Civil estabelece que a forma de rateio será a de fração ideal. 

Guia Sin Gestão para combater a inadimplência

O que acontece se o condômino não pagar a taxa de condomínio?

Se o condômino não pagar a taxa de condomínio, ele está sujeito, por lei, a uma multa de até 2%, juros de 1% ao mês e correção monetária. 

Além disso, serão tomadas algumas providências, e o condômino não poderá mais votar em assembleia e participar de decisões do condomínio.

SIN facilita o gerenciamento dos rateios de contas do condomínio

Com o  SIN – Software de Gestão para Condomínio, é possível gerenciar os rateios das contas conforme a fração ideal definida no cadastro de unidades. 

Todos os lançamentos de despesas feitos no sistema são disponibilizados por relatórios, conferindo mais transparência e um levantamento completo dos dados.

Faça um teste grátis e saiba mais!

ID - Banner - Blog


0 ComentáriosFechar comentários

Deixe um comentário

Cadastre-se na nossa Newsletter

Seja o primeiro a receber os nossos posts no seu e-mail

Prometemos não enviar spam :)